quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Ansiedade




Era sábado, sete de novembro de 2009, eu via o jogo Sport e Cruzeiro e pra mim, tudo estava normal, foi quando um amigo, Flamenguista, me disse:
-Cara, você é ansioso demais!
Isso ficou martelando na minha cabeça e resolvi pesquisar um pouco sobre o assunto. Não é que ele tinha razão... Estou mesmo, como todo Cruzeirense, sofrendo de ansiedade. Veja os sintomas e me diga que você também não sofre desse mal.
Ansiedade!
Nas enciclopédias ela é definida assim: é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário.
Sintomas.
Fadiga: estamos cansados de ver o Cruzeiro entregar jogos fáceis.

Insônia: perdemos o sono por causa de certas partidas. Só pra citar as mais recentes, Cruzeiro 2 x 3 Fluminense, Cruzeiro 1 x 2 Palmeiras, Vitória 3 x 3 Cruzeiro.

Sensação de sufoco: esse nem tem graça, o que mais passamos esse ano foi sufoco!

Confusão: pode ser vista nos famosos momentos conhecidos como “apagão” que tem nos afligido o ano inteiro.

Sensação de desmaio: quando Thiago Heleno pega na bola, afinal sabemos que uma hora ele vai acabar entregando.

Dores no peito: sentimos quando o Adilson resolve fazer suas intervenções ou seriam invenções...

Arrepios, suores, frio, mãos úmidas: esse é sentido em quase todos os jogos quase o tempo inteiro.

Boca seca: bom, esse sintoma é facilmente resolvido com uma cerveja gelada.

Contrações ou tremores incontroláveis: esse sintoma costuma aparecer logo depois de um apito...

Tensão muscular, dores: são os principais sintomas do pós-jogo.

Dificuldade em engolir: é difícil engolir uma imprensa que é comandada por dirigentes do seu maior rival.

Dificuldades para relaxar: acho que a última vez que relaxamos foi em 2003.

Vômitos incontroláveis: esse aí virá se o atrético vespasiano for (burp!) campeão.

Pois é amigo, estamos ou não com essa tal ansiedade?
Tratamento.
O tratamento é feito com psicoterapia e medicamentos.
Psicoterapia quem precisa são os jogadores. Se podem jogar tão bem quanto nesse segundo turno porque nos fazer sofrer tanto?
E medicamentos pode ser resumido em contratações de mais alguns bons jogadores.

Se seguirmos esse tratamento, tenho certeza que o ano que vem será mais saudável para a Maior Torcida de Minas.


postado por Júlio Assunção

4 comentários:

gustavo disse...

Tenho sentido todos esses sintomas neste ano, exceto aquele que pode ser gerado com o título do gaylo.
Acho que todo cruzeirense vem passando por isso! Nada como uma vaguinha no G4 para começar a mudar as coisas. Mas é exatamente a combinação de tudo isso que traz a graça do futebol. Esse é, de fato, o comportamento de um verdadeiro torcedor de futebol.

Lú Silva disse...

Oie Júlio o conheci no blog do Carlão. Vim conhecer a área...rsrs


Minino eu sofro sim viu!!!! Núuuu
Mas vamos para o G4 e se possivel, e vai ser, vamos ser os campeões do ano de 2009!!! uauuuuuuuuuuuu

bjos

RÁDIO RAPOSA disse...

Seria bom demais, Lú. Mas terminar na frente das frangas já seria motivo pra comemorar e bem-vinda ao blog!

Ronan disse...

ri até!!!
kkkkkkkk