segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Sport vs Cruzeiro


(7 de Novembro de 2009)

Vitória de virada diante do lanterna reacende esperanças Celestes

O JOGO

Nem os cruzeirenses mais pessimistas poderiam imaginar um início
tão ruim do Esquadrão Azul. Apatia inexplicável!
O Sport atropelou, não deixou escapar as oportunidades que surgiram e
logo abriu dois gols de vantagem já nos primeiros minutos da partida.
Mas, felizmente, a reação azul não tardou. Ela veio de forma imediata.
Thiago Ribeiro, um dos símbolos da reação celeste no Segundo Turno,
não vacilou em sua primeira oportunidade. Gol de extrema importância!
Acho que o panorama do jogo poderia ser outro caso esse suspiro não
viesse tão brevemente. Que bom que veio!
A partir daí o time se organizou, trocou passes e aos poucos foi tomando
conta da partida. A fragilidade do time nordestino era tão evidente quanto
desesperadora a sua situação. O Cruzeiro soube tirar proveito disso e fez
valer a sua superioridade.
Leonardo Silva, que vinha desfalcando a equipe, deixou o dele no começo
da etapa final. Mas o empate ainda não era o suficiente, ainda mais depois da
expulsão de um jogador pernambucano.
A vantagem numérica em campo deveria, a todo custo, ser explorada.
Foi então uma questão de tempo! A equipe foi com tudo em busca da virada.
O equatoriano Guerrón, vindo do banco, também deixou a sua marca.
Depois de receber um passe açucarado de Welliton Paulista, o atacante só
teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede. Os três pontos estavam em
nossas mãos!
Depois disso, foi só administrar a vitória, que recoloca o Cruzeiro mais
uma vez em evidência na briga por uma vaga no G4.

DESTAQUES

Mais uma vez a força do conjunto falou mais alto. Na reta final da competição,
esta pode ser, sem dúvida alguma, o diferencial desta equipe.
A força de reação do grupo prevaleceu mais uma vez e demonstrou que o elenco tem
aprendido com as lições.
Temos, no entanto, que destacar mais uma vez o ponto crítico do time.
Já está virando rotina aqueles apagões que tanto tem complicado a nossa campanha.
Pontos importantíssimos foram perdidos em razão disso. Pontos que certamente
fazem muita falta e que talvez nos dariam a liderança deste campeonato que, cá entre
nós, parece ter sido feito pra gente.
Há duas rodadas atrás eu sonhava com o título e a cada dia que
passa me convenço mais e mais que tal feito era, sim, muito possível.
Apesar de ainda haver chances matemáticas, infelizmente agora é tarde demais.
A vaga no G4 é o que nos resta. Malditos apagões!



CONSIDERAÇÕES

O nosso treinador tem muito o que fazer ainda para deixar o time pronto.
Há aspectos muito importantes que merecem correção imediata.
Aponto dois deles:
Falta cobertura aos avanços de Diego Renan. Deve ser uma das prioridades. É um
problema que merece atenção especial.
Precisamos também de mais pegada no setor de meio-campo. A nossa zaga tem
ficado muito exposta e sobrecarga. Isso é evidente. O time fica muito vulnerável
sem o combate de certos volantes que insistem em apenas ocupar os espaços.

TABELA

Antes de tudo, o Cruzeiro necessita de vitórias. 100% de aproveitamento nos dá a vaga,
sem qualquer sombra de dúvida. Nesta reta final vai ser difícil contar com ajuddinhas
de equipes que agora só cumprem tabela. É vencer, fazer a nossa parte, e esperar pra
ver o que acontece nos confrontos do Atrético Vespasiano contra Internacional e Palmeiras.
Os demais jogos serão duros de torcer por tropeços. Talvez os jogos entre São Paulo e
Botafogo no RJ e Flamengo e Grêmio, também no RJ, sejam as excessões que tanto
precisamos. A ansiedade é grande!

PRÓXIMO ADVERSÁRIO

O Grêmio tem poucas chances de conquistar a quarta vaga no G4, mas mesmo assim deve vir
motivado. Os confrontos recentes entre os dois times aumentaram, e muito, a rivalidade entre eles.
Será um jogo dificílimo e de extrema importância para a Nação Celeste. É jogo pra casa cheia!
Estamos em quinto lugar e temos chances de terminarmos a próxima rodada até na terceira
posição. Vamos ver o que acontece...

Avante, Cruzeiro!

postado por Gustavo Campos

participe da comunidade da Rádio Raposa no Orkut

Um comentário:

Carlão Azul disse...

Vc tá correto e duas coisas que disse são realmente verdadeiras. Se o gol de T.R. não tivesse saído, ainda no 1º tempo não sei não, mas acho que não viraríamos. As subidas ao ataque de D.R. ficaram todas sem a devida cobertura.

Vamos agora em busca da confirmação para o G4, temos de vencer o Grêmio e eu acredito numa derrota das frangas flanelinhas. Acho que podemos separar o din din pra pagar a elas por guardar nosso lugar.