domingo, 29 de agosto de 2010

O Castigo Que Não Veio


Vasco vs Cruzeiro (Sábado, 28 de Agosto de 2010)

O Cruzeiro mereceu voltar pra casa com esse pontinho na mala?
Não, é óbvio que não.
Mas enganam-se redondamente todos aqueles que acreditam que uma triunfante vitória de virada no Rio de janeiro fosse o resultado mais justo para o Cruzeiro.
Eu, particularmente, não penso desta forma.
Já que faltou a devida capacidade (ou competência) para vencer, que retornasse então com uma dura, mas necessária lição.
Como um castigo bem ao estilo deste mundo do futebol, seria mais honroso ver os jogadores retornando com a cabeça inchada e o sangue fervendo.
Quem sabe assim esses caras não aprenderiam!?
Em situações como esta, é tudo ou nada! Nem que seja para empurrar a bola gol a dentro na marra.
Um time que perde tantos gols, que domina a partida do início ao fim e ainda deixa escapar tamanha oportunidade não merece sequer esse mísero ponto.
Foi irritante, tanto quanto preocupante.
Futebol é bola na rede. Vencer é o que interessa. É o que tanto estamos precisando.
Jogamos melhor. Dominamos. Massacramos.
Poderia ter acabado quase tudo do jeito que sempre esperamos, que é vencer de forma convincente, com autoridade.
Uma vitória de goleada, aliás, não seria nenhuma surpresa.
As vaias dirigidas ao time anfitrião ainda durante a partida não me deixam mentir.
Nem exagerar, eu diria.
Mas...PACIÊNCIA!



Onde está o homem-gol celeste? Alguém viu o Wellington Paulista?
A China Azul cansou de gritar o famigerado grito de quase gol: o ''Uhuuuuuuu''.
E terminou frustada, com aquela sensação incômoda de que 3 pontos a mais na tabela poderiam nos deixar em boa situação no certame.
Está faltando um cara com cheiro de gol, aquele atacante que aparece sempre quando o time mais precisa. Mas ao que parece, tal responsabilidade é demasiadamente grande para o W.P., que, infelizmente, vem se sustentando na posição por uma simples falta de concorrência.

Farias

É, sem dúvida alguma, a nossa última esperança. Que ele esteja em condições de atuar o quanto antes, pois o tempo passa e as nossas chances diminuem a cada rodada.
A paciência da torcida com aquele jogador cai-cai, vaga-lume e pouco inteligente está chegando ao limite extremo.
Os demais suplentes deste setor também não parecem estar à altura das necessidades do time neste momento.

Alterações

Não surtiram o efeito desejado. Fácil de compreender...
O time só precisava de um golzinho, e não de um trio de reservas nada inspirados que pouco poderiam acrescentar naquele momento, além, é claro, de fôlego novo.
Róger ''Chinelinho'' Flores, inclusive, continua passeando em campo.
Montillo, cansado, produz muito mais.
O fato é que caimos de produção depois destas alterações, é verdade, mas o gol ainda poderia ter saído.
Mas e o Wellington Paulista, alguém aí viu? Insisto...

G4

Deixemos ele lá. Por hora...

Saudações celestes.
Avante, Cruzeiro!


Postado por Gustavo Campos

3 comentários:

RÁDIO RAPOSA disse...

Gustavo falou bem!
Wellington "desaparecido" Paulista tá conprometendo.
Thiago Ribeiro também não está bem.
A expectativa em cima de Ernesto Farias vai ficando muito grande.
Espero que ele corresponda e resolva o problema do ataque.
Mas a grande dúvida é: será que o Cuca vai tirar o WP do time?
Vai ser difícil o treinador tirar seu grande protegido para colocar o Argentino.
Vamos aguardar.

gustavo disse...

Poia é, Júlio...
Será que o Cuca terá peito para sacar do time o Zé Desaparecido?

De bom mesmo só to vendo o setor defensivo, mas, como eu já havia falado depois do jogo contra os gambás, não dá pra sair sempre com a vitória de campo fazendo poucos gols.

Bruno disse...

Pelo menos contra o Flamengo o WP não jogará, além do Gil. Eles estam suspensos.
Espero que o Farias fique pelo menos como opção no banco.
Ele podia ja entrar fazendo gols, para que ganhe a posição.