quinta-feira, 14 de abril de 2011

FLAWLESS VICTORY




Saudações Celestes, amigos da Rádio Raposa!
Felizes ou não?! Alguma ressalva? Algum porém? Contrapartida?
Somos o primeiro colocado geral desta bagaça. O futebol sobra. Vencer e convencer tem sido a nossa rotina.
Ontem, em La Plata, fizemos de nossos rivais meros coadjuvantes. La Plata é nossa!
Dominamos as ações na maior parte do tempo. Fizemos o nosso jogo. O placar final pode até ser considerado uma surpresa, mas o fato é que ninguém pode se dar ao luxo de poupar atletas contra La Bestia Negra, que superou tudo. Ousadia em demasia tem preço.
Mesmo sem Montillo e jogando sobre um péssimo gramado, fomos impiedosos.
No início, é verdade que sentimos uma certa dificuldade em pôr a bola no chão. Fomos obrigados a rifá-la em alguns momentos. Sem problemas. A velocidade de nossos atacantes resolveu.
Já no segundo tempo, aí sim, fomos mais Cruzeiro. Conseguimos tocar a bola com a tranquilidade que o placar parcial nos proporcionava. Poderíamos ter feito até mais.
E foi bonito de ver a China Azul presente em La Plata. Fizemos muito barulho.
E aqueles malfadados intrusos arco-íris (...) Que beleza! Eles não se cansam de sofrer. Parecem gostar.
Agora é esperar a definição de nosso adversário nas oitavas de final. E que venha qualquer um!
Galera, começa do zero, hein?!
A campanha desta fase fica pra trás. O que deve continuar é o trabalho e apoio de todos nesta dura caminhada rumo ao TRI da América. Vamos, Cruzeiro!

Atuações

Fábio. São Fábio. Fábio Seleção. Fábio, o Melhor.
Seguro, milagreiro e um grande líder em campo. Dizer mais o quê?!
E o Victorino? Valeu, Perrela! Alguém consegue imaginar o nosso time sem ele?
A nossa dupla de velocistas também merece grande destaque. Thiago Ribeiro e Wallyson mostram dia após dia, jogo após jogo, que a condição de titular realmente se ganha nos jogos e nos treinamentos. Que bom ver o W.P.9 vestindo uma outra camisa!
Ontem, inclusive, fiz questão de dar uma espiada no jogo das porcas só para ter certeza de que ele não sairia repentinamente de nosso banco de reservas.
Gilberto é o lateral esquerdo e ponto final. A sua experiência é vital em nossa campanha. Ele sabe a hora de subir ao ataque.
Isso sem falar de sua grande categoria. Que golaço!
Leandro Guerreiro foi um monstro. À vontade em campo e bem posicionado, tocou, desarmou, e até chapelou. Contestado por muitos, deu a sua resposta EM CAMPO. E será muito útil, tenho certeza.
Os outros também estão de Parabéns. Os jogadores estão mantendo suas médias e isto é muito importante.

Cuca

Competente, trabalhador, humilde, franco e muito sério. Este é o perfil de nosso comandante. Confio nele.
No entanto, não consegue agradar a todos. Normal...
Houve quem contestasse a formação com 3 volantes. Felizes agora, cornetas?
A ausência de Montillo teve os seus pontos positivos (fácil falar depois deste resultado, confesso).
Além de mostrarmos que podemos nos superar sem o craque argentino, fica claro que o esquema com 3 volantes não deve ser visto como uma retranca. Principalmente, quando jogamos fora de nossos domínios.
Mostra também que o Cuca pode, sim, mudar, jogar de acordo com o adversário e/ou situação, caso preciso for.
A obediência tática e a raça dos jogadores evidenciam não só o grande poder de comando que Cuca possue, mas também a união do grupo, que parece ter colocado de uma vez por todas todos os pontos nos is.

Ruralito

O fim de semana está aí e com ele o último compromisso da primeira fase do rural.
É confirmar a liderança, nada além disso. A fase eliminatória é que vai demandar mais atenção.
Afinal, ninguém aqui quer ressuscitar ex-rival EM PLENA CRISE DE IDENTIDADE INSTITUCIONAL E IDEOLÓGICA, não é mesmo?!

Até a próxima, guerreiros.
Avante, Cruzeiro!


postado por Gustavo Campos

4 comentários:

RÁDIO RAPOSA disse...

O SUB-ZÊRO mandou uma flawless victory na Verônica e ainda sobrou uma lambadas na Rosana.
HAHAHAHAHAHA
Está dando orgulho de ver esse time jogar.

ROCKZEIROS disse...

TOASTY!!!!!

gustavo disse...

Pelo que ando percebendo por aí, os nossos rivais país afora estão se roendo com a nossa felicidade e confiança. Até o Nando Reis alfinetou o Tostão por conta de seus artigos num determinado jornal paulista, onde ele exalta o nosso futebol. A China Azul foi pra cima como um trator e a retratação veio rapidamente.
Mas é foda, enquanto jogamos e damos espetáculo, a mídia nacional destaca a evolução do Vasquinho e outras imbecilidades que já conhecemos. Incrível como somos discriminados! Até aquele blogueiro atleticano do site da Globo se manifestou em relação a esta nojera anti Minas Gerais.

Alexandre disse...

Gustavo,

Escrevi um comentário gigante, mas o blogger é foda, já é a segunda vez que ele dá erro e não deixa eu voltar.

Mas em resumo concordo com seus dois comentários. No post você fala sobre agora entrarmos numa nova fase. A campanha do primeiro turno foi perfeita, mas agora não vale mais nada. O time e a torcida precisam ficar espertos para não sermos surpreendidos e apoiar o time sempre.

Sobre o outro comentário acima cara, eu também não entendo como na américa estão todos correndo e morrendo de medo de pegar o Cruzeiro e aqui no Brasil não temos destaque nenhum na midia do eixo. É realmente lamentavel!

A China Azul tá anciosa pelo próximo podcast, de preferência logo depois de uma vitória contra o Once Caldas lá na Colombia.

Abraços, Alex.