quinta-feira, 30 de junho de 2011

Uma vitória de Campeão Brasileiro




Antes de mais nada já queria deixar claro que não estou dizendo que o time está pronto, que agora é ir rumo ao título ou que "o campeão voltou". Inclusive eu tenho uma raiva desse grito de campeão voltou. Todas as torcidas cantam, até as que não ganham nada de ninguém nunca, mas isso é outro assunto.

Voltando ao jogo, quando a partida se encaminhava para o final e o time vencia por 1 x 0 pra mim já era o bastante, já era uma vitória de Campeão Brasileiro.
Isso porque os 3 últimos campeões brasileiros, Fluminense, Flamengo e São Paulo fizeram diversos jogos similares a esse do Cruzeiro.
Saiam na frente e depois fechavam o time. Primeiro defende e depois ataca. 1 x 0 é goleada.

Ano passado o Fluminense no Rio jogou assim contra o Cruzeiro.
O Flu bem fechado e o Cruzeiro batendo, batendo, até que em um lance de escanteio pro Fluminense, Leandro Euzébio subiu sozinho e marcou.
Foi um lance inclusive muito parecido com esse do Leandro Guerreiro contra o Vasco.

Com 1 x 0, o Fluminense do Muricy foi pra defesa e levou os três pontos no jogo que por que não, pode ser considerado o do título.

Alguns companheiros da Rádio Raposa concordam comigo, que esse negócio de jogar bonito mas não ganhar título não serve pra nada.
E eu seria muito feliz sendo campeão todo ano com o Muricy, enchendo a defesa de zagueiros, e dando chutões pra cima a todo momento pra garantir a vitória apertada.

Então o Cruzeiro se acertou? Achou o caminho?

Claro que não. Os gols que o Chico Bento (Éder Luis) perdeu foram brincadeira. Cruzeiro contou com a sorte e com a incompetência do Vasco para garantir a vitória.
Por outro lado temos que considerar que alguns jogadores entraram sem ritmo como Vitor e Naldo, Thiago Ribeiro e até o Diego Renan no seu 2o. jogo depois da volta.
Está claro que ainda falta entrosamento e ritmo para esses jogadores.

Pontos positivos

Pra mim o ponto principal do Cruzeiro nesse jogo foi parar com as improvisações.
Parana é volante e tem que jogar como tal.
O lateral é o Vitor então ele que jogue.
E nada de colocar o Guerreiro como zagueiro, se tem o Naldo ai pra isso.
E agora, voltando atrás no que eu defendia, se o Gilberto não quiser jogar na lateral, que fique no banco esperando uma vaga no meio. E se não gostar que saia.

Como o fanfarrão do Joel já falou, agora o bicho vai pegar. É faca na caveira, e quem não tiver feliz é só pedir pra sair.

3 comentários:

RÁDIO RAPOSA disse...

Ótimo Texto!
É isso ae!
O grande problema do Cuca é exatamente esse, não sabe segurar o jogo.
Joel Santana tem fama de retranqueiro mas é isso que vem valendo títulos ultimamente no futebol Brasileiro.
O chato é só assistir aos jogos.. vai dando sono. HEHEHEHE

Achei que o Renan jogou bem, mostrou vontade.
E gostei disso que vc falou, cada um na sua posição. Sem essa de improvisar.
Mas eu pergunto: -Roger e Gilberto agora só entram quando o Montillo sair?

Valeu Alex, estamos parados aqui e vc está carregando a Rádio Raposa nas costas. E fazendo um grande trabalho.

Logo voltamos com o Podcasts.

nicolasmack.braian@blogspot.com disse...

Parabén pelo texto! Os clubes brasileiros tem sido campeões jogando na defesa, mesmo não sendo o futebol mais bonito de ser ver pode dar certo no Cruzeiro de Joel Santana! é isso que todos nós esperamos! Rumo ao Tri! Esperando você lá no CMQB abrçs!

Carlão Azul disse...

Eu vou ser sincero. Quero nem saber de futebol bonito. Isso é passado, tempo do nosso Tostão, Dirceu Lopes, Piazza, José Carlos e Cia Ilimitada. Agora nesse futebol moderno e que a parte física é privilegiada, nada como o futebol de resultados para se conseguir títulos, e Eu QUERO É TÍTULO, venha como vier.

Acho que estamos no caminho certo mesmo, considerando esses fatos narrados no texto, teremos uma melhora gradual ao longo dos próximos jogos. Tomara continuemos a vencer e chegar perto dos líderes, aí realmente O BICHO VAI PEGAR.