quinta-feira, 6 de maio de 2010

Uma Noite Perfeita

NACIONAL - URU vs CRUZEIRO (Quinta-feira, 6 de maio de 2010)

Mais um capítulo histórico de garra e superação escrito em nossas páginas heróicas e imortais.
O Cruzeiro venceu de forma incontestável e contundente. Foi lindo de se ver.
O placar apenas refletiu a superioridade celeste durante quase todos os 90 minutos de jogo. 3 a 0 na casa deles! É para poucos.
Mais uma vez, o espírito de Libertadores foi posto em prática ontem pelos jogadores. Sem excessão. É isso o que mais queremos.
Nota 10 pra todo mundo. Em especial, aliás, para o Adilson, que novamente calou os críticos. Até agora, o seu trabalho tem sido irretocável na Libertadores.
Orgulho de ser cruzeirense...

O CLIMA

Preparam um caldeirão. O Parque Central estava fervendo, lotado por torcedores fanáticos que não paravam de cantar por um só instante.
Dentro de campo, a temperatura era ainda mais alta. Antes mesmo da bola rolar, a tensão já tomava conta dos atletas.
Os uruguaios, incapazes de nos superar na bola, apostaram numa estratégia já bastante conhecida por nós: o jogo de intimidação.
Mas tal atitude era mesmo de se esperar, afinal tudo apontava neste sentido.
No fim, os nossos guerreiros também passaram por mais este duro teste. E muito bem, aliás.
Eu, honestamente, não esperava tanta frieza. Ótimo sinal.
O ponto negativo do jogo ficou por conta da injusta expulsão do nosso melhor zagueiro, Leonardo Silva, que desfalcará o time na primeira partida das quartas-de-final, contra o São Paulo, no Mineirão.

THIAGO RIBEIRO

É o novo carrasco dos uruguaios. O seu nome ficará marcado na história deste confronto por muito tempo.
E, talvez, nunca mais seja esquecido.
Ontem, mais uma vez, o camisa 11 celeste se destacou. Marcou até gol de falta!
Que ele continue aproveitando esta grande fase, pois vamos precisar muito.

FABRÍCIO

Sem dúvida alguma, foi uma peça fundamental. Como é bom tê-lo de volta!
O seu retorno trouxe ao time aquilo que ainda nos faltava: força e consistência no meio-de-campo.
O cara não se intimida, não tem medo de cara feia. Com ele, o time é outro, tem uma outra cara.
A raça deste rapaz contagia a todos, é empolgante. Ele tem o perfil que esta competição exige.
Contamos com você, Fabrício. Tu és um guerreiro.

SÃO PAULO

Agora a disputa é caseira. Este duelo também promete ser um dos mais emocionantes desta edição da Taça Libertadores.
Os paulistas ainda estão engasgados com a eliminação a eles imposta por nós um ano atrás. E nós, sedentos pelo Tri.
O Cruzeiro está embalado e com a confiança nas alturas, ao contrário do tricolor paulista, que vive um momento de instabilidade.
Isso, no entanto, não quer dizer muita coisa, não. O São Paulo conta com um elenco forte e experiente, e promete vir com tudo.
Não há favorito. Eu, particularmente, prefiro não arriscar qualquer palpite. Mas confio na força de nosso grupo, obviamente.

BRASILEIRÃO 2010

A nossa estréia está marcada para o próximo Domingo, dia 9 de Maio, contra o Internacional, no Beira-Rio.
Internacional que joga todas as suas fichas hoje, contra o Banfield da Argentina.
É assunto para o nossos próximos posts.

Saudações celestes.

Avante, Cruzeiro!




Não podemos deixar passar em branco a eliminação das Meninas Rosinhas pelos Meninos da Vila na Copa do Brasil.

Postado por Gustavo Campos e Júlio Assunção

7 comentários:

RÁDIO RAPOSA disse...

O Cruzeiro Jogou Muito!
Adilson armou muito bem o time!
Fabrício mostrou como se deve jogar uma Libertadores.
Esse é o meu Cruzeirão!

Enquanto isso...
No lado monotitulo da lagoa...
O que é o que é ?
Um pontinho ROSA fora da Copa do Brasil????
clube atletico SÓ mineiro!!

gustavo disse...

Ah, como é bom ver as coisas em seus devidos lugares...
E o Perrela, hein? Ele detonou mais uma vez o Caiu e aquela torcidinha iludida de Vespasiano. HAHAHAHAHA

Mas o caminho é longo e difícil, portanto, é momento de pensar pra frente. A preparação para os próximos desafios já começa.

Raposa Azul disse...

O Cruzeiro encheu mais uma vez sua imensa torcida de orgulho. O time jogou muito ontem, na casa do adversário. Não jogou na retranca, atacou, e fez mais uma vítima, o Nacional, que nem tomou conhecimento da partida.

Thiago Ribeiro vez sendo muito importante e tem jogado MUITA bola. Fabrício também mostrou que voltou muito bem.

Vamos com tudo agora em cima do São Paulo e do Internacional.

RUMO AO TRI

blograposaazul.blogspot.com

Saudações celeste

Bruno disse...

Agora o Cruzeiro ta com foguinho, com cara de Libertadores.

Carlão Azul disse...

Esses 2 jogos do Cruzeiro levantaram uma boa questão para discussão:

POUPAR JOGADORES DÁ RESULTADO?

Nos últimos dois jogos nossos craques estavam descansados e atropelaram o Nacional que não é um atretiquinho não!

Foi mesmo uma exibição perfeita tanto do técnico com dos jogadores, nada a desejar.

E as Rosinhas? Voltaram para sua vida de sofrimento.... hahahahaha

RÁDIO RAPOSA disse...

É verdade o que disse o Carlão.
E mais, hoje o futebol exige muito fisicamente. Não quer dizer que o cara não aguente jogar duas vezes na semana... mas se forçar, aumentam os riscos de lesão e ae está o problema.
O Cruzeiro tem que contratar mais alguns reforços para poder disputar a Libertadores e o Brasileiro e ir bem nos dois.

NINO disse...

Amigos de Cruzeiro…



Nacional es el equipo que más partidos y más puntos a ganado a lo largo de la historia de la Copa Libertadores, muchos fueron los enfrentamientos con cuadros brasileros y muchas veces duras las derrotas, algunas veces muy injustas como en el 2006 frente a Internacional donde convertimos dos goles en Porto Alegre que fueron mal anulados por el juez del partido. Anoche al igual que en el Mineirao me fui triste por perder, pero asumiendo que la derrota fue producto de jugar contra un gran equipo. La preparación del partido fue perfectamente ejecutada por sus jugadores, el mejor creador de juego de Nacional fue totalmente neutralizado, me refiero a “Matute” Morales; el movimiento de la defensa para dejar en fuera de juego sistemáticamente a Regueiro fue muy efectivo. Los jugadores de Cruzeiro se aislaron del entorno y si bien en los primeros minutos parecían no querer jugar, en cuanto encontraron espacios fueron contundentes en el ataque.

Thiago Ribeiro es un jugador excepcional, Gilberto es un clase “A”, todo el equipo jugó 180 minutos de gran calidad; el fútbol uruguayo necesita volver a sus raíces y jugar con marcas y defensas fuertes para contrarrestar la velocidad y el toque de los equipos norteños.

No es casualidad que Cruzeiro sea uno de los mejores equipos del mundo, estoy seguro que podrán llegar lejos en la Copa y de espero logren salir campeones.



Les mando saludos y unas fotos de su torcida en el Gran Parque Central, monumento al fútbol mundial, donde se jugó el primer partido de los mundiales en 1930 y el primer campo de juego fuera de Inglaterra que se mantiene en actividad.



NINO

Espero que pudieran recibir las fotos que envie al mail.