sexta-feira, 23 de abril de 2010

Quem são eles?



Nacional (URU) vs Cruzeiro (BRA) - Oitavas de Final

Tradição e títulos. Estas duas palavras definem muito bem o que é, de fato, o Club Nacional de Football, fundado em 14 de Maio de 1899.
Três vezes campeão da Taça Libertadores. Três vezes campeão Intercontinental. Inúmeros títluos nacionais.
Em resumo: é um dos mais temidos e vencedores clubes do futebol sulamericano. Temos que respeitá-los.

O que podemos esperar deste adversário?

Boa pergunta. Atualmente, sabemos pouco sobre este forte oponente do futebol sulamericano.
Desde o último confronto entre as duas equipes, válido pela final do Torneio Verão em Janeiro do ano passado, muita coisa mudou por lá.
O Nacional, de certo, não é mais aquele time que foi goleado pelo Cruzeiro em Montevidéu por 4 a 1.
As suas recentes campanhas comprovam isso.

Em princípio, analisando a sua campanha na fase de grupos da Libertadores, espero uma equipe muito competitiva.
Já em relação ao futebol atualmente jogado por eles, creio ser o conjunto uma de suas maiores qualidades. Talvez, a sua maior virtude.
E é claro, não devemos nos esquecer também da velha garra e catimba uruguaia. Ou seja, o de sempre.

Doze pontos foram suficientes para que o Nacional conquistasse a primeira posição de seu grupo, que tinha ainda Morelia, Deportivo Cuenca e Banfield (este último, o único que poderia fazer frenta ao time uruguaio).
O ataque não parece ser o ponto mais forte do time. Foram nove gols em seis jogos (média de 1,5 por partida).
Já o seu sistema defensivo, por outro lado, chama a atenção por ter sido um dos menos vazados da fase de grupos, com apenas quatro gols sofridos.

O momento na Toca da Raposa 2

É assunto para o próximo post.
Falaremos sobre o Zezé, sobre o Adilson Batista, e também a respeito de tudo o que tem rolado de mais importante nos bastidores da bola.

Saudações celestes.

Avante, Cruzeiro!


Confira todos os confrontos das oitavas-de-final


Postado por Gustavo Campos

8 comentários:

RÁDIO RAPOSA disse...

Não vai ser fácil...
Libertadores nunca é...
Mas temos que superar essa "crise" que estão tentando jogar sobre o Cruzeiro e atropelar esses Uruguaios.

gustavo disse...

Lembro-me de alguns jogos entre eles válidos pela SuperCopa. Todos muito emocionantes e decisivos. Estive no Mineirão em um destes jogos. Foi em 1988, no jogo válido pela semi-final do extinto torneio. Mais de 100 mil pessoas estiveram presentes naquele grande jogo.
Acho que este confronto tem tudo para ser duro, equilibrado, e muito empolgante.

gustavo disse...

É, tá complicado de aguentar essa cambada de abutres tentando instalar crises na Toca 2. Hoje, mais uma vez, fiquei enojado.

Bruno disse...

Fui em um Cruzeiro e Nacional na supercopa de 1991.
O Cruzeiro ganhou de 4 a 0, mas passou sufoco no jogo de volta, onde foi 3 a 0 para eles.

Temos que nos acostumar com jogos duros, pois para chegarmos a final, além do Nacional teremos que enfrentar provavelmente São Paulo e Estudiantes.

Raposa Azul disse...

O jogo não vai ser fácil. Libertadores nunca é fácil. Mas temos que aproveitar o fator "Mineirão", lotar o estádio e apoiar o time.

Não vejo "crise" no Cruzeiro, a não ser aquela que a imprensa galinácea tenta implantar. haahahahhaha

O time tá fechado com Adilson, o time é bom, a torcida vai apoiar, e vamo para mais uma batalha.

RUMO AO TRI

blograposazul.blogspot.com

Saudações celeste

RÁDIO RAPOSA disse...

Me preocupo mais em pegar o Corinthians do que o Estudiantes.
Na verdade acho que se acontecer de enfrentarmos os argentinos vai ser a hora da vingança e o Cruzeiro depenará essas frangas argentinas cor de rosa.

Bruno disse...

Um absurdo, o jogo do Cruzeiro será as 19hs.
Com este horário muita gente não conseguira chegar no Mineirão a tempo.

NINO disse...

Amigos y rivales…

El año pasado en la Libertadores 2009 seguí toda la campaña del Cruzeiro, me parecía un equipo estupendo, contundente, rápido, bien brasilero. En la final me decepciono, reconozco que Estudiantes fue un equipo bravo, lo fue para nosotros (Nacional); pero me pareció que a Cruzeiro le falto hambre de gloria. Este año nos toca enfrentarlos y si bien me hubiera gustado que fuera más sobre el final, en la copa todos los rivales son de “fuste”; estoy seguro que del ganador entre Nacional y Cruzeiro sale un finalista. Promete ser emocionante y muy duro el choque, no puedo desearles “suerte”, pero sí decirles que son bienvenidos a nuestra casa.
Tricolores saludos NINO.

Gracias por vuestro comentario en el blog y muy bueno el artículo
Quem são eles?

http://www.cnacionaldefutbol.blogspot.com/